fiat-fastback-2023-cinza-frente-02-scaled.jpg
O mercado de veículos no Brasil: Tendências e Perspectivas para 2024

O mercado de veículos usados no Brasil alcançou marcos significativos em 2023, consolidando-se como uma parte fundamental da indústria automotiva nacional. Dados recentes divulgados pela FENABRAVE (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) e pela FENAUTO (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) revelaram um panorama promissor para este segmento, com os veículos com mais de 13 anos de fabricação liderando as vendas e representando uma fatia considerável do mercado, cerca de 35% do total negociado no país.

Em 2023, as transações de veículos usados no Brasil somaram mais de 14,4 milhões de unidades, marcando um aumento significativo de 14,5% em relação ao mês de novembro. Esse crescimento contribuiu para a recuperação do mercado de veículos usados, que havia enfrentado uma retração anteriormente. Esse desempenho positivo pode ser atribuído, em parte, à recuperação nos emplacamentos de modelos zero quilômetro, já que os veículos usados costumam ser utilizados como parte do pagamento na compra de um novo, como destacou o presidente da FENABRAVE, Andreta Jr.

Além disso, a FENAUTO também divulgou resultados promissores, com um crescimento de 9,1% no volume de vendas diárias de veículos usados. O destaque foi para os veículos com 13 anos ou mais de fabricação, que apresentaram um crescimento de 13,5%** em relação a 2022, totalizando 5.033.345 unidades vendidas no ano.

Esses números refletem um cenário positivo para o mercado de veículos usados no Brasil em 2024. A expectativa é que a tendência de crescimento se mantenha, especialmente com a redução da taxa de juros, que tem contribuído para a melhoria do mercado. Esse cenário favorável representa uma significativa contribuição para o setor automotivo nacional, destacando a importância do mercado de veículos usados para a economia do país.

Também é importante ressaltar que o mercado de veículos usados não apenas reflete as condições econômicas do país, mas também influencia diretamente o setor de veículos novos. Como observado pelo presidente da FENABRAVE, a recuperação nos emplacamentos de modelos zero quilômetro pode ter colaborado para o aumento nas transações de veículos usados, totalizando um volume apenas 6% abaixo do recorde histórico de 2021, quando o mercado de veículos zero sofria com a falta de peças e componentes devido à pandemia de 2020.

Outro ponto relevante é a diversificação do mercado de veículos usados, que abrange não apenas automóveis, mas também comerciais leves, caminhões, implementos rodoviários, ônibus e motocicletas. Cada segmento apresenta suas próprias dinâmicas e desafios, refletindo a complexidade do mercado automotivo brasileiro.

Diante desse cenário, é fundamental que os players do mercado automotivo estejam atentos às tendências e às demandas dos consumidores, buscando oferecer produtos e serviços que atendam às necessidades desse segmento em constante evolução. A digitalização e a inovação também são aspectos importantes a serem considerados, uma vez que podem oferecer novas oportunidades de negócio e melhorar a experiência do cliente.

Em resumo, o mercado de veículos usados no Brasil apresentou um desempenho sólido em 2023, com perspectivas positivas para 2024. A recuperação do mercado, aliada à redução da taxa de juros, aponta para um cenário de crescimento contínuo, reafirmando a importância desse segmento para a indústria automotiva nacional.

Os Veículos mais vendidos em 2023

Além das tendências de mercado, também é fundamental analisar os campeões de vendas (novos e usados/seminovos) durante o ano de 2023. Segundo a AutoEsporte, revista digital da Globo dedicada ao setor automobilístico, foi divulgado o levantamento com os 50 carros mais vendidos no país durante esse período.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Fiat Strada se consagrou como o veículo leve mais vendido do país, seguido pelo Volkswagen Polo e pelo Chevrolet Onix. Na categoria dos SUVs, o Volkswagen T-Cross foi o grande destaque, emplacando mais de 72 mil unidades. Já o Chevrolet Onix Plus liderou as vendas entre os sedãs, com 74 mil unidades emplacadas ao longo do ano. Um destaque adicional foi a Toyota Hilux, que mesmo enfrentando uma queda de 5%, totalizou 46.200 unidades e manteve-se como a picape média mais vendida no país.

Esses números refletem as preferências dos consumidores brasileiros e indicam a força desses modelos no mercado automotivo nacional. A liderança da Strada, Polo e Onix, mostra o favoritismo por carros que oferecem um bom equilíbrio entre desempenho, economia e conforto.

Ao considerar esses dados, fica evidente que o setor automotivo brasileiro está em constante evolução, e a performance dos modelos mencionados acima demonstra a capacidade desses veículos em atender parte da demanda do mercado brasileiro em 2024.

Leonardo Matiusso - 25/01/2024

fiat-fastback-2023-cinza-frente-02-scaled.jpg

Leonardo Matiusso - 25/01/2024

O mercado de veículos no Brasil: Tendências e Perspectivas para 2024

Tag 1
Veja também

Gabriela Corrêa - 25/01/2024

fiat-fastback-2023-cinza-frente-02-scaled.jpg

Gabriela Corrêa - 25/01/2024

O mercado de veículos no Brasil: Tendências e Perspectivas para 2024

O mercado de veículos usados n...

Tag 1
© 2024 Sync Ltda. Todos direitos reservados